Propaganda

quarta-feira, novembro 26, 2008

Fazer 30 anos!!!

É gente, hoje estou fazendo 30 anos.
Lembro-me quando da minha adolescência eu pensava: quando eu fizer 30 anos, serei casada, terei filhos... quanta responsabilidade!
Hoje fazendo 30, estou casada, tenho um filho apenas, e sou muito muito feliz!!!
Realmente é muita responsabilidade, trabalhar fora, cuidar da casa, do filho e do marido. Mal tenho tempo pra mim, mas sou feliz assim.
Acredito que meu corpo tenha realmente 30 anos, mas meu espírito vive muito além disso, porque a mulher que hoje faz 30 anos, ainda guarda a criança e adolescente que um dia sonhou em chegar nesta idade, sou uma mulher, que ainda sonha e tem aspirações como uma menina, não sonhos de menina, mas a intensidade e a vontade de viver de uma menina.
E não consigo entender, as pessoas que dizem: Vou fazer 30 anos!!! Com certa apreensão.
Não sei se por causa das rugas (pera lá, eu ainda não tenho rugas, kkkk) ou pela carga de experiência, o que na verdade é um lado positivo, não?!!!
Eu tenho 30 anos!!!
Eu já andei descalça na terra, já andei de bicicleta, já tomei banho de cachoeira, já toquei campainha e sai correndo... (que criança nunca fez isso, rs rs rs), já brinquei de boneca, de casinha, já joguei futebol... andei de roda gigante mesmo morrendo de medo de altura, já fui ao zoológico, ao circo, conheci o mar com 16 anos.
Já roubei um beijo, já tive beijo roubado. Já chorei por um amor, por um amigo...
Já fiz muitos amigos, e amigos virtuais ...Fiz faculdade e não exerço profissão.
Fui tia, e cuidava do meu sobrinho como mãe.
Já cheguei em casa da faculdade a meia noite e fui brincar de carrinho com meu sobrinho (naquela época, quase todos os dias).
Dormi numa cama de solteiro com meu sobrinho até ele fazer 5 anos.
Já dei aulas de datilografia, informática, já ensinei e aprendi muito mais...
Já me apaixonei perdidamente... já me casei com um vestido branco e rodado,
Já corri de cachorro, e ainda corro...
Aprendi a fazer tricô, depois de muito custo crochê e ponto cruz.
Já fiquei grávida, já tive a intuição de que seria menino, sonhei que seria menino. Já amei alguém sem conhecer.
Já chorei muitas vezes vendo o ultra-som do meu bebê, já tive medo do parto.
Já pensei que fosse morrer, e desejei muito muito viver.
Chorei ao ouvir o choro do meu filho pela primeira vez .
Já me apaixonei perdidamente novamente, por outro homem, por quem me apaixono mais a cada dia.
Já chorei por não consegui ajudar meu filho, já chorei por vê-lo chorar, já chorei por vê-lo sorrir.
Já passei noites em claro só pra ter certeza que meu bebê estava respirando direitinho.
Já quis várias vezes sentir a dor de outro alguém.
Já cansei de escrever...
Agora o que eu anda quero fazer...
Quero viver muitos outros 30 anos, ver meu filho e meus sobrinhos crescerem.
Quero me apaixonar por meu marido todos os dias...
Quero viajar, conhecer outros lugares, quero viajar de barco, de avião e de balão (mesmo morrendo de medo de altura).
Quero fazer outra faculdade e terminar meu curso de inglês (mesmo que tenha que começar tudo de novo).
Quero nunca deixar de ter sonhos... e quero parar de escrever, senão daqui a pouco vou escrever um livro.
Eu vim aqui especialmente pra fizer que estou muito feliz por fazer 30 anos e cultivar amigos tão especiais. Amigos que já choraram comigo, e também sorriram e comemoraram.
A todos amigos e familiares muito obrigada por fazer meus dias especiais.
Um brinde a vocês.
Nanda



Um comentário:

Croche da Naninha disse...

Parabéns Nanda!!!!Sabe voce me lembrou um filme que assisti ontem na sky DE REPENTE 30 o nome do filme rsrs ...Parabens curta muitooooooo eu daqui 6 anos chego lá tbm rsrss bjos com carinho
Rozane